terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Saudade do futuro.

E respiram as gotas da chuva
e se banham com o orvalho das cinco.

E se vestem com o abraço de boas vindas
e se abraçam com a contagem das horas.

E cozinham os próprios olhares
e se olham com os próprios sorrisos.

Se arranham a cada toque
e se tocam a cada respingo.

Bebem aqueles suspiros...
e suspiram com os poucos minutos.

E então, o primeiro deles se esparrama em meio à tanta...

Tinta?

6 comentários:

Mauricio disse...

saudade do futuro.
muita tinta e chá de morango.

Mauricio disse...

e nunca me identifiquei tanto com um texto.

Rebecca Garcez. disse...

por que será? *-*

Paulo Henrique Motta disse...

é... o que será que o futuro nos guarda?? talvez só mesmo a tinta nas paredes pode nos dizer.

Talita disse...

Amo seus textos ;)

Lerik disse...

Muita inspiração por aqui hein?

transbordando.

;)

agora passo sempre.

beijão!

você tem livros publicados mesmo?